Momentos como esse

Luzes de Lindos Lábios,
Raios Tênues e Cristais,
Momentos de Desejada Dor,
Fantasias e Mágicos Sonhos.

És tão bela e insensata,
Carícias sem abraços,
Dores de belas canções,
Beijo, sensações.

Venero-a como uma flor,
Puras luzes obscuras,
Tua rara beleza.

Desejos como esse,
jamais terei.

Pensar em você,
não morro por quê?

Chuva, Chuva, Fuja!

Raio de brilho omisso,
Terra, de mim desgastada,
Entre ofício e ócios,
Vida apagada.

Tempo de ternura e agonia,
Vento com chuva carregada,
Prefiro momento controlado,
Vida, tempo confiscado.

Quadro sem luz,
Caminho tortuoso de moral.

Ternura, agonia, fuja,
Enquanto é carnaval.


Rodrigo Capella é jornalista, poeta e escritor. Autor de diversos livros, entre eles “Enigmas e Passaportes” e “Transroca, o navio proibido”.